Após uma longa reflexão sobre os homens de negócios, cheguei a uma conclusão…

…eles não morrem, rescindem contrato…

Em honra a “Caninas” Ferreira 😉